A ECONOMIA DA INTENÇAO

Front Cover
CAMPUS - RJ - 280 pages
0 Reviews
Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quando eles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente pode alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de 'economia de intenção'. Nesta obra, Searls visa apresentar um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança deverão sobreviver e prosperar.

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Bibliographic information